Senac

Minas Gerais | Faculdade

Aumentar fonte de letra
Diminuir fonte de letra
Imprimir




Voltar

Formação acadêmica aliada à experiência

Formatura de Ricardo Rodrigues em Gestão da Qualidade

Crédito: Luciano Nascimento
Roberta Gonçalves apresenta artigo em Fórum Internacional de Turismo

No ano passado, mais de um 1,1 milhão de estudantes concluíram a educação superior, segundo dados do Censo de Educação Superior divulgados pelo MEC e Inep. Em setembro se formaram no Senac alunos das turmas de Administração, Ciências Contábeis e Graduação Tecnológica em Hotelaria, Gastronomia e Gestão da Qualidade.

“O curso de Graduação Tecnológica em Hotelaria é muito integrado, porque temos a prática no Grogotó”, comenta Roberta Francisca Gonçalves. “Assim que terminei a graduação, neste segundo semestre, passei em um processo de seleção de um hotel, mas fiquei pouco tempo lá. Atuando na área percebi que o curso me qualificou mais que eu imaginava. Eu recomendo o curso para quem se interessa por Hotelaria e até por outras áreas, porque ele aborda: hotelaria hospitalar, gestão de RH e pessoas, eventos etc. A vivência no Hotel Grogotó é uma possibilidade de ir para o mercado mais capacitado. Agora, pretendo fazer um MBA em Gestão de Pessoas, pois trabalho na Prefeitura de Barbacena na área administrativa.“

Assim como Roberta, Thomas Orzil acabou de se formar em Gastronomia, mas já trabalhava no Restaurante Pau Terra, que pertence à sua família e fica localizado em Santa Luzia. “Desde os 12 anos ficava no restaurante observando e agora formado consigo aplicar muita coisa aqui, principalmente na área de gestão do restaurante, além do cardápio semanal.” Já tradicional na cidade o Restaurante tem 15 anos e é especializado em comida mineira.

Em atividade total

Ainda segundo o Censo, no ano passado, o número de matrículas na educação superior  continuou crescendo, mas essa tendência desacelerou quando se comparado aos últimos anos. Entre 2006 e 2016, houve aumento de 62,8%, com uma média anual de 5% de crescimento.

Claudemir das Neves Souza está nesta estatística. Ele se formou em Administração, no Campus Contagem, em 2014 e nesta época já tinha sua empresa, a Expresso Casca Danta, que também fica em Contagem e trabalha com transporte rodoviário de carga. “A faculdade foi importante para tomada de decisões no departamento pessoal, no financeiro e regulação. Foi uma transformação muito grande. Abriu minha visão, principalmente para lidar com as dificuldades geradas com a crise, pois o transporte de carga é o primeiro a ser afetado.”

Ricardo Rodrigues se formou no início do ano no curso de Graduação Tecnológica em Gestão da Qualidade, no Campus Contagem, e é Coordenador de Qualidade do Hospital de Oftalmologia. “Mesmo trabalhando há 13 anos na área, primeiro na de Logística, e hoje totalmente na de Qualidade, tinha lacunas abertas que só a faculdade preencheu. Eu aprendi muito, principalmente em relação a parte estatística, desenvolvimento de artigos, criação de indicadores, interpretação de normas, recursos humanos e serviço, contabilidade, balanço e
controle de patrimônio.”

Daiane Castro de Paiva já está há sete anos no mercado e se formou com Ricardo. Fez primeiro um curso Técnico em Segurança do Trabalho e hoje ainda trabalha na área na Precon, mas ela aplica muito do que aprendeu no curso de Gestão da Qualidade nas normas e legislações que tem que lidar. “Eu hoje não tenho medo de argumentar com um auditor por causa das aulas na faculdade. O curso me ajudou muito nas auditorias.”